quinta-feira, 24 de junho de 2021

Conteúdos online personalizados

Para quem acredita que é possível :)


Bons apoios!

sábado, 8 de maio de 2021

Dia Mundial da Língua Portuguesa




A DGE lançou, no passado dia 5 de maio, uma edição temática do seu boletim digital NOESIS inteiramente dedicada à comemoração do Dia Mundial da Língua Portuguesa, assinalando a passagem de dois anos após a sua proclamação, em 2019, na 40.ª sessão da Conferência Geral da UNESCO.

Assim, partilho este número temático, que poderão encontrar AQUI.

Boas leituras!

sexta-feira, 30 de abril de 2021

2021 Evento STEM “Trazendo a pesquisa para a sala de aula”



 📣 O #STEM-HLE21 convida todos os interessados em educação STEM a trazer a pesquisa para a sala de aula!

🗓️ 20 e 21 de maio

Veja a agenda http://bit.ly/STEM-HLE-Agenda e registe-se ➡️ http://bit.ly/STEM-HLE-Registration

Mais informações:

Pode encontrar mais informações sobre o evento em: https://bit.ly/STEM-HLE21

Boas pesquisas!

terça-feira, 27 de abril de 2021

2021 STEM Discovery Campaign (SDC21)

 


A 2021 STEM Discovery Campaign é uma iniciativa internacional conjunta organizada pela Scientix que convida projetos, organizações, bibliotecas, escolas, universidades e clubes de jovens em toda a Europa e em todo o mundo, para celebrar carreiras e estudos nos campos da Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (TRONCO).

O slogan da campanha deste ano é:

Sustentabilidade e Cidadania
 
Acreditamos que é hora de agir e incentivar todas as partes interessadas envolvidas na educação a organizar atividades que aumentem a consciência dos alunos sobre esses tópicos, destacando as habilidades relevantes que os alunos precisarão em um futuro próximo.

A decorrer de 1 de fevereiro de 2021 a 30 de abril de 2021, com um pico de atividades durante a semana de 23 a 30 de abril, a Campanha de Descoberta de STEM é uma celebração do compromisso contínuo e do trabalho realizado por professores dedicados e todas as partes interessadas em educação para melhorar a educação científica e a alfabetização na Europa.

Encorajamos todos a se envolverem na Campanha STEM Discovery 2021, organizando atividades STEM e apresentando-as no mapa da Campanha STEM Discovery! Aqui estão algumas ideias do que você pode fazer para contribuir com uma das maiores campanhas STEM do mundo:

  • Organize qualquer atividade STEM (online) com / para seus alunos, como webinars, chats, fóruns de discussão, questionários etc.
  • Participe de uma de nossas competições STEM (consulte a seção "Competições")
  • Use o Scientix Moodle para criar seus próprios cursos online
  • Use a sala de reuniões online da Scientix para hospedar seus próprios webinars, eventos ao vivo, perguntas e respostas, etc.
  • Participe de um de nossos eventos online (veja a seção “Outras oportunidades”)
  • Escreva uma história de implementação no blog da campanha STEM Discovery
  • Para escolas, projetos e organizações: torne-se um parceiro oficial da 2021 STEM Discovery Campaign
Este texto é original do próprio site, mas podemos e devemos partilhar para aproveitar ao máximo a edição que termina já daqui a 3 dias.

Boas sustentabilidades!


segunda-feira, 12 de abril de 2021

Conversas com Cientistas

 


Muito além do que nos mostra a televisão, estas Conversas com Cientistas: Décadas de Ciência para dias de Vacinas, abordam os detalhes da vacinação anti-COVID 19.

A participação é gratuita e as inscrições podem ser feitas AQUI.

Turmas a partir do 2º ciclo e população em geral podem inscrever-se e criar a oportunidade de desmistificar algumas questões que têm vindo a surgir e ganhando tamanho de monstros, sem necessidade.

Aqui transcrevo o convite:

CONVITE

Campanha nacional sobre as vacinas contra a COVID-19: Junte-se a estas Conversas com Cientistas.

20 a 30 de abril · Inscrições abertas

Um ano após o início da pandemia de COVID-19 em Portugal, arranca a campanha Conversas com Cientistas - Décadas de Ciência para Dias de Vacinas. Esta iniciativa conjunta da Ciência Viva e de várias instituições científicas portuguesas irá promover conversas entre cientistas e o público sobre como é que as vacinas contra a COVID-19 foram desenvolvidas em tempo recorde, com a garantia da sua eficácia e segurança. A mobilização da comunidade científica para esta campanha é mais um exemplo dos esforços colaborativos que têm vindo a acontecer ao longo do último ano.

Entre os dias 20 e 30 de abril, cerca de 400 conversas irão acontecer on-line em vários horários e dirigidas a diferentes públicos - escolas e grupos organizados de cidadãos, nomeadamente empresas, associações e media, e cidadãos individuais. Para explorar as décadas de ciência que estão na base do desenvolvimento das vacinas contra a COVID-19, esta iniciativa conta com mais de uma centena de cientistas e comunicadores de ciência, de várias áreas do conhecimento, a trabalhar em mais de duas dezenas de instituições em todo o país.

Esta campanha é o resultado de uma parceria entre a Ciência Viva, o Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S), a Sociedade Portuguesa de Imunologia (SPI) e a COLife, uma aliança entre seis instituições científicas - Centro de Estudos de Doenças Crónicas da NOVA Medical School (CEDOC-NMS), Champalimaud Research - Fundação Champalimaud (FC), Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET), Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes (iMM), Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier da Universidade NOVA de Lisboa (ITQB NOVA) e Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC).

 

A participação nas conversas é gratuita com inscrição prévia obrigatória em www.cienciaviva.pt

 

Espalhe esta mensagem. Contamos consigo e com a sua rede de contactos para fazer chegar esta campanha mais longe. Porque a cultura científica protege.

 

 


terça-feira, 30 de março de 2021

Parede de tudo e de nada


Podia estar mais arranjadinha... Sim, mas não é uma escola, nem foi concebida para simular uma escola.
Foi criada numa época em que o meu filho mais novo conversa de uma forma que nunca pensei:
- Mãe, amanhã é dia de escola?
- Sim.
- A escola de casa ou a escola dos amigos?

Pois bem... Sim, em casa devemos educar e ser amigos...
E nesta fase também temos substituído a escola presencial, a escola como até então estávamos habituados.
Agora...
Quer dizer...
Há um ano...?!
Com alguns períodos na escola presencial, é certo... 
Já nem sei o que é melhor: ficar em casa, ficar na escola, ficar onde tem que ser quando nos mandam.
Certo é que estabilidade não há.
A única estabilidade é que o lugar de aprendizagem não é certo. A isso ficam eles habituados e crescem preparados para o incerto, desenvolvendo a capacidade de adaptação ao contexto.

Já viram bem a confusão do texto?
Pois imaginem a confusão das cabeças: crianças e adultos que os acompanham, quer sejam pais ou professores.

Daqui ninguém sai imune... E para isto não há vacinas.

Sobre esta parede, não foi feita para parecer bem, foi feita para ser e viver, tentando dar um canto de estabilidade...

Boas aprendizagens por aí!

 

sábado, 27 de março de 2021

Sala de aula em Isolamento

 


Se já era antes da pandemia, agora mais se sente esse isolamento.
Não estou aqui a falar de um isolamento devido a um teste positivo de Covid-19.
Ou melhor, Michael Dunlea fala-nos sobre várias opções para que o professor não se sinta isolado com os seus alunos na sua sala de aula. Pior, para que o professor não se sinta isolado também dos seus alunos, visto que as aulas agora são maioritariamente online.
Há toda uma comunidade global na mesma ou em pior situação.
O que agora é aqui referido é o isolamento do mundo real, uma aprendizagem baseada em livros e conteúdos pré-definidos, apenas.
Os que se arriscam a levar o mundo real para a sala ou a levar os alunos para fora da sala em contextos reais, sabem do que falo: experiências genuínas de aprendizagem e crescimento.
Sim, rouba-nos imenso tempo. Mas também nos abre portas e janelas que de outra forma não poderiam ser abertas.
Quando explico a um aluno o que é um Géiser, por exemplo, começo por perguntar: Já viste algum? Sabes o que é?
De que adianta explicar o que é sem o aluno ver, mesmo que seja em filme? Adianta, se quisermos que o aluno decore aquele conceito para o teste e o esqueça após isso.
Portanto, é uma questão de opção e disponibilidade mental.
Então, aqui ficam 5 sugestões já testadas e por muitos praticadas: 5 ways to combat classroom isolation.

Bons caminhos!