domingo, 22 de julho de 2018

Verão e paleontologia?!?


Já pensou ser paleontólogo por algumas noites ou dias? Limpar e conservar os ossos de dinossauros é uma das ideias que a Câmara Municipal de Torres Vedras dá a quem visita Santa Cruz, fazendo uma pequena pausa no Parque Municipal, neste verão.
São bastante interessantes as iniciativas que existem por Portugal durante o verão, que mostram o que temos e somos durante todo o ano.
A Sociedade de História Natural (SHN), abre assim portas a toda a comunidade e tenta ir ter com o público de todas as idades.
Chama-se Espaço dos Dinossauros e é dedicado a dar a conhecer como se limpam e conservam vestígios do Jurássico Superior, para crianças, famílias e grupos. É o Laboratório de Paleontologia no verão.
O Programa de Voluntariado no SHN é a oportunidade para fazer escavações paleontológicas, preparar e acondicionar fósseis. A partir dos 16 anos e sem limite de idade e também este verão.

Boas escavações!


quarta-feira, 18 de julho de 2018

Arouca Geopark


São vários os caminhos que vão dar ao Arouca Geopark (http://www.aroucageopark.pt/pt/http://www.aroucageopark.pt/pt/).


Com programas educativos, formativos e turísticos para todas as idades e interesses.

Mais do que os Passadiços do Paiva, o Arouca Geopark é um espaço a explorar com serra, rio, aldeias, pontos de interesse geológico, paisagens lindíssimas e muitos desafios e curiosidades.


As crianças e jovens do Espaço Crescer (https://espacocrescer2012.wordpress.com/) já lá foram e de lá vieram com muito para contar, repletos de vontade de repetir todas as aventuras e descobertas.

Este ano a oferta de programas educativos do Arouca Geopark é maior e inclui:
- Saídas de campo
- Visitas a museus e unidades interpretativas
- Formação para professores
- Formação para intérpretes do Arouca Geopark
- Opções para turistas
- Atelier e oficinas

Deixo a sugestão para uma saída de um dia ou dois dias e uma noite, aconselhando vivamente o Parque de Campismo do Merújal "Refúgio da Freita" (http://naturveredas.com/) com mais opções bastante interessantes e que nos fazem crescer.

Boas visitas!

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Portas secretas


Já conhece este autor de histórias infantis?
Fiquei a conhecê-lo hoje e delirei com a confusão entre o mundo da fantasia e a realidade.
A melhor descrição que ouvi até hoje para fundamentar as atitudes e obras dos autores de literatura infantil, os contadores de histórias e quem trabalha com as crianças.

Fiquei com vontade de ter uma baleia de estimação...

A criação de histórias como meio para ensinar os mais novos a viver no mundo real.
O envolvimento das crianças nas histórias não as torna lunáticas e distraídas mas sim adaptadas a situações abstratas, mais prontas para a resolução de problemas do dia a dia.
Fazê-las criar de forma espontânea, mesmo que seja num meio fantasiado, treina-as para criar em qualquer contexto.
Escrever e ler de forma natural dá-lhes as ferramentas para o fazer de forma natural em qualquer situação.
Atividades como Escrita Criativa, Hora do Conto, Dramatizações, Jogos do Faz de Conta e outras, são a melhor oportunidade para os nossos pequenos se tornarem grandes, e pode ser feito desde a mesa da refeição em casa até uma ida à praia para a brincadeira.

Boas fantasias!

quarta-feira, 4 de julho de 2018

MathGurl



Dedicado ao verão e também à Matemática, aqui deixo um bom exemplo de que é possível gostar desta disciplina e querer fazer algo com ela.
"Para que preciso eu de matemática?"
Para perceber a lógica de tudo... Divertimento...
Há quem se divirta com ela, mais do que imaginamos ;).
No canal MathGurl, a Matemática é apresentada de forma inovadora e que atrai, supostamente, mais adeptos.
Espreitem e divirtam-se a gostar de matemática!

Boas matemáticas!

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Mindfulness


Mas afinal, o que é Mindfulness que se ouve falar tanto agora?
Segundo vários autores, praticantes e mestres, Mindfulness é a prática de focar no momento em que se está, com a atenção plena nesse mesmo momento, apenas, sem juízos de valor.
Esta ferramenta é utilizada como prática para atingir melhor os objetivos, quaisquer que eles sejam, em qualquer idade ou contexto.
Esta breve explicação é bastante sucinta para este conceito.

No Espaço Crescer, este verão, para os nossos alunos e para qualquer criança ou jovem mesmo não sendo nosso aluno, iremos dedicar alguns momentos com os mais novos, dos 4 aos 16 anos, dinamizados pela Professora de Mindfulness e Meditação Sónia Soares (https://www.facebook.com/soniasoares.lifecoach.parentalidadeconsciente/).

O que pretendemos com isso?

Mais Concentração, Melhor Desempenho Escolar!
Preparar o novo ano escolar!!!

Neste programa de mindfulness para crianças & jovens vamos explorar técnicas de concentração essenciais para um melhor desempenho escolar, e não só 😉
Cada criança/jovem vai começar por se conhecer melhor, comunicar de forma mais assertiva e "gerir" as suas próprias emoções.
Resultado: ano letivo sem ansiedade e com muito mais foco! E o melhor de tudo, a Autoestima vai sair fortalecida ❤
Sugestão feita pela própria Sónia Soares que nos convida a participar no melhor de si.

Boas meditações!

domingo, 27 de maio de 2018

Puzzle Tangram


O conhecido Tangram, como puzzle de excelência, é querido por todas as idades e, apesar de não ser novidade, tem sempre desafios a lançar.
Os alunos mais novos do Espaço Crescer pensavam, inicialmente, que seria apenas para tentar colocar as sete peças no quadrado, a posição "arrumada" do Tangram.


Quando descobriram que as imagens ao lado do quadrado também eram possíveis de se fazer com as mesmas sete peças, o interesse pelo desafio aumentou ainda mais.


Comentários como "Achei o puzzle muito divertido!" foram sendo ouvidos ao longo da semana.


Ao virar o papel das instruções descobriram imensas figuras possíveis, começando de imediato a tentar fazer, uma a uma.
"Consegui fazer o barco, finalmente!"



O Tangram, para além de servir para ocupar o tempo depois de fazerem os trabalhos e estudarem para os testes, passou a ser uma ferramenta que alguns alunos utilizam para se concentrarem e acalmarem quando chegam ao Espaço Crescer agitados por algo que aconteceu antes de chegarem, quer seja na escola, na rua ou em casa.

Este Tangram é de madeira mas a maioria dos manuais de matemática de vários anos escolares têm um no suplemento "Materiais manipuláveis", em cartão resistente e colorido.

Fica a dica!

Boas manipulações cerebrais!


quarta-feira, 23 de maio de 2018

Puzzle Infantil


Puzzle construído em dois dias pelos alunos do Centro Educativo e de Formação Espaço Crescer em Arada

Este puzzle, pela temática do Pooh e seus amigos e pelo número reduzido de peças, parecia fácil.
Apenas quando começaram a fazer, os aventureiros sem problemas por ser um puzzle infantil, verificaram que afinal o que parece fácil por vezes não é...
Afinal tinha 3 puzzles num só, podendo dividi-los pelo padrão do verso das peças: liso, às bolinhas e às riscas.
Assim, cada padrão corresponde a um puzzle que se monta separadamente dos outros dois.
Os alunos do 3º ciclo nem sequer tocaram neste desafio, apenas olhando e dizendo "Este é para os mais novos. Fácil!"
Os do 2º ciclo também assim pensaram inicialmente mas acabaram por colaborar.
Os do 1º ciclo e pré-escolar levaram a tarefa a sério e terminaram-na com sucesso em pouco tempo.
Os pais e professores do Espaço Crescer também deixaram para os mais novos.

Desta vez os comentários escritos foram:
"É muito giro e muito fácil."
"Fazer puzzles, quando estamos chateados..."
"Fazer um puzzle quando não temos nada que fazer."
"Podemos fazer com a família para não estarmos sozinhos a fazer o puzzle."

Assim, penso que se deduz que o tema influencia o interesse pelo desafio, no entanto, a dificuldade não é apenas no número e tamanho das peças.
A motivação para os próximos puzzles subiu nos mais pequenos.
A esperança de outros puzzles mais complicados indicados para mais crescidos também cresceu nos mais velhos.
A vontade de fazê-lo para resolver outras questões também começa a surgir.
E o gosto pela atividade em grupo também aumentou, mesmo sendo uma tarefa calma e que exige concentração e paciência.

O que interessa é apresentar o que existe de modo a cada um definir os seus interesses e perceber até onde conseguem ir, quais as suas capacidades e competências.

Só assim há crescimento intelectual.

Bons desafios!