quinta-feira, 21 de março de 2019

Bairros de Moçambique


Num dia em que nada há para comemorar em Moçambique, partilho o que de bom e único o norte de Moçambique tem, por terras do interior, Niassa.
Na sequência das notícias de hoje, já se considera que o ciclone Idai que atingiu Moçambique foi o pior do Hemisfério Sul (notícia de última hora da RTP).
No álbum de fotografias que partilho na página do livro Titia amanhã não vou vir, apresento alguns dos bairros da zona onde estive de janeiro a maio de 2011.
Neste álbum encontra algumas fotografias tiradas por mim e pela minha colega ao longo dos 5 meses em que fomos para Lichinga como professoras voluntárias para a escola D. Luís Gonzaga da Associação Seiva, Cantinho da Alegria. Estas fotografias são fruto dos nossos passeios na tentativa de melhor conhecer as gentes e lugares do Niassa.

A Titia continua a:
- Apresentar o livro onde é solicitado - sessões adaptadas ao público (infantil, adultos em vias de ir para missão, alunos em escolas secundárias ou universitárias, seniores e outros)
- Vender o livro para qualquer ponto do mundo (10€+portes de envio)
- Responder a qualquer questão através do email abrantes.sonia@gmail.com

Vale a pena conhecer tudo de perto, ajudar na primeira pessoa e face a face. Para quem tem essa oportunidade hoje, de apanhar um avião e seguir viagem pelo voluntariado, deixo o apelo e desafio.

Nesta altura, toda a ajuda será bem-vinda para a zona do globo que perdeu já mais de 15 mil vidas humanas e suas áreas de residência e trabalho.

Estamos juntos!

Bons voluntariados!

segunda-feira, 18 de março de 2019

Ocupação de Tempos Livres

ocupação de tempos livres

Diz-me e eu esquecerei
Ensina-me e eu lembrar-me-ei
Envolve-me e eu aprenderei

Provérbio Chinês

A família, na primeira infância, tem o papel fundamental para a educação e formação do ser da criança que nasce.
A escola, desde o jardim de infância até ao nível escolar que se pretende adquirir, tem o papel fundamental de incutir as regras e conteúdos aceites na sociedade em que se está envolvido, aprendizagens padrão e currículos em vigor, que se esperam ver aprendidos por todas as crianças e adolescentes.
Há quem compare esta educação escolar como uma formatação.
Poderemos ver esta formatação como algo positivo se utilizado como uma excelente ferramenta para todo o desenvolvimento como pessoa e ser que terá uma profissão e será um cidadão ativo.

O problema está nos intervalos, nos tempos em que a criança já não tem tempo escolar nem pode ainda estar com a família pois esta está a trabalhar.
Este tempo, que antigamente se passava no exterior ou em casa com amigos e avós, está cada vez mais desperdiçado.

Mas temos que estar sempre a pensar em aproveitar o tempo?

Não, mas também não podemos deixar que os aparelhos tomem conta de horas a fio de trabalho mental dos mais jovens.
Ver filmes, jogar jogos ou pura e simplesmente navegar na Internet é bom mas até um certo ponto.
Todos os dias, mais do que duas horas por dia... É exagerado...
Conseguimos fazer treino físico com essa frequência? Não.
Conseguimos estar em grupo sempre a conversar com esta frequência? Não.
Conseguimos ler livros com essa frequência? Não.
Conseguimos brincar a uma única brincadeira com essa frequência? Não.

Então, o ideal seria um equilibrio.
Uma aposta no tempo livre para aprender o equilibrio de que cada um de nós precisa.
Aprender a trabalhar/estudar autonomamente como rotina.
Aprender a estar em grupo com conversa "da palha" apenas para isso.
Aprender a escolher o desporto que se gosta e elegê-lo como o preferido mas ter a flexibilidade de experimentar outros e fazê-lo sem constrangimentos.
Aprender a escolher os temas que gosta de ler, escrever, ouvir ou dramatizar.
Aprender a resolver problemas do dia a dia que acontecem a todos sem exceção.
Até o aparelho pode ficar sem bateria e não termos o carregador por perto. E agora?

Todas estas competências, que não vou categorizar neste artigo, são adquiridas se tivermos o tempo livre ocupado com atividades de tempo livre.
Parece contraditório?
Não é.
Saltar no trampolim só se faz na infância... No tempo livre.
Brincar com a plasticina só se faz na infância... No tempo livre.
Aprender a atar os atacadores só se faz no tempo livre... Na infância.
Aprender a mexer no rato do computador e trabalhar com o teclado faz-se melhor se for por descoberta, no tempo livre...
Escolher o locais na Internet onde existem bons jogos e não apenas os que nos bombardeiam com publicidade faz-se no tempo livre e acompanhado...
Cantar, dançar, ouvir música com amigos faz-se no tempo livre.

A lista de atividades de ocupação de tempos livres é infindável. Vai até onde a imaginação do adulto que é o responsável deixa ir. Vai até onde a imaginação das crianças deixa ir.

No Espaço Crescer Centro de Estudos apostamos nos tempos livres e temos tido, ao longo destes 6 anos e meio, melhores resultados escolares quando otimizamos os tempos livres como tal.

Bons tempos!


sexta-feira, 15 de março de 2019

Grow Talent

Após seis anos de boas práticas, com altos e baixos como qualquer negócio ou projeto tem, em outubro de 2018 o Espaço Crescer passou a ser Grupo fazendo parte dele o Espaço Crescer Centro de Estudos e a Grow Talent Formação.

É sobre este último que escrevo neste artigo.

Dedicado ao público adulto, em resposta às várias demonstrações de confiança nos nossos serviços, criamos então oportunidade de cada um de nós, individualmente ou como empresa, de:

(1) dispor de auxílio em trabalhos especializados:
- Trabalhos académicos - auxílio em trabalhos de investigação e análise de conteúdo, auxílio em teses e outros documentos e apresentações;
- Apresentações e projetos - auxílio em apresentações para empresas e projetos em várias áreas de especialização;
- Traduções - revisão e pós-edição, de documentos escritos, audio ou vídeo, sites e catálogos e todos os outros suportes;

(2) fazer Formação:
- para empresas - certificada ou não certificada, financiada ou não financiada, pensada em  contexto, organização de conteúdos de formação, avaliação de necessidades de formação;
- para particulares - certificada ou não certificada, financiada ou não financiada, para empregados e desempregados, especialização em Parentalidade Consciente;
- para profissionais de educação - certificada ou não certificada, financiada ou não financiada, para empregados e desempregados, especialização em vários temas dentro desta área profissional;
- certificação em línguas - em parceria com a Lancaster King's School, dinamizamos cursos em 9 idiomas;
- admissão a cursos - auxiliamos a preparação para o concurso de acesso aos cursos da PSP, GNR, PJ, Academia Militar, SEF e outros cursos específicos;
- team building - para empresas, associações ou qualquer outro grupo organizado, dinamizamos sessões outdoor e indoor com base nos objetivos a trabalhar, avaliamos as necessidades e desenhamos a atividade conforme o contexto;
- orientação vocacional e profissional - para empregados ou desempregados, a partir do secundário, traçando percursos individuais para uma melhor escolha profissional;
- coaching e consultoria - dinamizamos sessões individuais e de grupo de modo a otimizar o que nos é pedido, em todos os domínios de desempenho pessoal e profissional;
- formação já estruturada - temos os temas divididos em nove categorias: informática e tecnologias, educação e formação, idiomas, legislação, saúde, desenvolvimento e imagem pessoal, artes e animação, gestão e estratégia.

(3) Espaço para eventos:
- espaço físico - dispomos de 3 salas pequenas e 1 com capacidade para 25 pessoas, ideais para reuniões individuais ou pequeno grupo, e para workshops e formação;
- espaço virtual - organizamos e divulgamos o seu evento fazendo a receção e organização das inscrições.

Esta nova etapa acontece porque acreditamos que eu cada um de nós há talentos que nos fazem crescer e o potencial de uma ideia está no talento que dedicamos a ela.

Para esta fase colaboram vários profissionais com experiência e especialização em cada área de ação.

O contacto novo é apenas o email (info@growtalent.pt) e a pessoa que responderá será a mesma, Sónia Abrantes, mantendo também o número (968839140).

Bons talentos!

terça-feira, 12 de março de 2019

Titia no Face e no Youtube


Sim, é deste sorriso que me lembro.
Deste sorriso e de muitos mais sorrisos e olhares felizes e completos na sua simplicidade.

Para não deixar morrer esta experiência, que teima em ficar cada vez mais distante com o passar dos anos, criei uma página no Facebook para partilhar alguns testemunhos daqueles tempos.
Criei também uma lista de reprodução no canal Youtube do Espaço Crescer onde coloco algumas atividades onde trabalhamos os temas do livro e as fotografias: https://www.youtube.com/playlist?list=PLMtv9OzSVe69ttmqGPrj_JCKJX-I7KvFa

Todos estão convidados a participar tanto no facebook como no youtube, quer com questões sobre o voluntariado e esta experiência em particular, quer com partilha de testemunhos da sua própria experiência por aquelas terras ou por outras terras que tiveram o privilégio de o receber.

Titia nasce de quase seis meses em missão humanitária como professora em Lichinga, no norte de Moçambique.
Permanece em livro de título "Titia amanhã não vou vir".

A Titia continua a:
  • Apresentar o livro onde é solicitado - sessões adaptadas ao público (infantil, adultos em vias de ir em missão, alunos em escolas, séniores e outros)
  • Responder a qualquer questão através do email abrantes.sonia@gmail.com
  • Vender o livro para qualquer ponto do planeta (10€ + portes)


Porque acredito que uma causa não termina com o tempo, mantém-se e deixa pegadas onde quer que vá.

Boas missões!


segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Headhunter e o dicionário


Quando pedimos a um adolescente para ir ao dicionário encontrar o significado de uma palavra ou traduções para outra língua, é como pedir para fazer uma viagem no tempo e o tempo de estudo e trabalho escolar torna-se uma aventura, se a pré-disposição que criarmos levar a isso.
No Espaço Crescer Centro de Estudos (https://espacocrescer2012.wordpress.com/), local onde faço diariamente o acompanhamento ao estudo a alunos do 1º ao 3º ciclo, todos são levados a utilizar todas as ferramentas disponíveis para conseguir ultrapassar obstáculos que encontrem.
Uns demoram mais, outros demoram menos.
Uns entram em tédio, outros são surpreendidos e tudo se torna muito mais interessante.
"Oh Sónia, mas temos Internet, o dicionário dá muito trabalho e eu não tenho tempo!"
Sim, a realidade é que na maioria das vezes o que há a fazer é tanto que o mais rápido é mesmo irem ao seu tão querido telemóvel ou outro aparelho similar e procurar o que pretendem.

Mas, "Imagina que falta a luz e ficamos sem net?"

Aqui a reação é de olhos bem abertos e lá se levantam para ir buscar o tão receado dicionário.
15 minutos se passam e a palavra teima em não aparecer.
"Sónia, este dicionário não tem a palavra que quero!"
Engraçado, nunca tem...
Até que, tudo fica em silêncio e aquelas cabeças são confrontadas com novas palavras e novos significados. Qualquer mente em crescimento é curiosa. Quando bem estimulada, acontecem maravilhas.
O caso que partilho da fotografia acima (perdoem-me a qualidade), é a procura da palavra "share" no dicionário da Porto Editora de Inglês-Português, Português-Inglês.
Se repararmos na fotografia, está rodeada outra palavra. O que estava o dicionário a fazer naquela página, de palavras iniciadas por H e não S, não me perguntem, é só pensar que toda a visita àquelas páginas é uma descoberta.
O mais interessante foi a exclamação que se ouviu do aluno de 6º ano:
"Nossa, o que se lê nestes livros... "Caçadores de cérebros", está aqui!"
Headhunter é um conceito conhecido em recursos humanos, relacionado com o recrutamento de profissionais.
Para um aluno de 6º ano, foi como que o ensinamento para um filme de terror. "E são estes livros recomendados pela escola!"
Assim percebemos que a grande diferença em ir ao dicionário online e ao dicionário em papel é que, pelo caminho, no primeiro encontramos apenas um teclado e um motor de busca onde escrevemos o que pretendemos e ele rapidamente nos dá a resposta, e no segundo, como somos nós mesmos a percorrer o caminho e a escolher e resposta que desejamos, tudo se torna muito mais aliciante no sentido em que somos confrontados com realidades que não conhecemos nem nunca ouvimos falar.

O que fazer em tempos em que o trabalho escolar acalma? Influenciem-nos a pegar em livros, mesmo não deixando os aparelhos, e verão que os livros ganham sempre!

Boas caçadas!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Monges, divertidos?


Antes seriam?
Não sabemos, mas associamos os monges a pessoas sérias, ligadas à religião.

Em Alcobaça, tiveram a excelente ideia de criar o Parque dos Monges, aproveitando um espaço enorme, rodeado de vegetação e enriquecido com lagos.
Haveria condições melhores para transformar esta zona num parque temático? 

Visitando o site www.parquedosmonges.com, percebemos que muito há a fazer e conhecer neste local.
É uma boa alternativa para eventos empresariais (https://www.growtalent.pt/reunioes-e-formacoes/) e para a ocupação de tempos livres e férias escolares para os mais novos (https://espacocrescer2012.wordpress.com/todos-os-servicos/ocupacao-de-tempos-livres/).
Como coordenadora do Espaço Crescer Centro de Estudos e Grow Talent Formação, tento procurar ótimas sugestões para que os eventos e todos os tempos e momentos sejam da melhor qualidade e nos melhores locais.

Fica então a sugestão de visitar este parque, em qualquer altura do ano!!

Boas viagens!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Tempos Livres

O dia ainda vai a meio e as aulas já terminaram.
Tanto para fazer nos trabalhos de casa mas ainda mais vontade de brincar e inventar de forma livre.

A este tempo se chama Tempo Livre, e é uma realidade para todas as crianças que frequentam o pré-escolar (ensino público) e 1º ciclo. Alguns também do 2º e 3º ciclos, que têm todo o estudo orientado e precisam de descontrair apenas pois são ainda crianças ou adolescentes.

No Espaço Crescer Centro de Estudos dedicamos todas as tardes para colocar os trabalhos de casa em dia, esclarecer algumas dúvidas sobre conteúdos escolares, preparar para os testes com métodos de estudo adaptados a cada aluno.
Mas não é só isso!
Das 14h às 19h, de segunda a sexta-feira, trabalhamos a brincar vários temas, orientados para a automotivação de cada criança ou adolescente porque acreditamos (com provas dadas) que quando estamos mais felizes e de bem connosco próprios, todo o nosso desempenho irá refletir isso mesmo.

Assim, o Inglês, a Iniciação aos números e cálculo, a Iniciação às letras e escrita, a Lógica, os Contos como forma de descobrir o mundo, o trabalho com as Emoções, e o tão precioso tempo livre, têm lugar e fazem maravilhas aos mais novos e aos adultos que os rodeiam e se preocupam com eles.

Saber estar
Saber fazer
Saber ser
E saber tantas outras coisas que tornam o dia a dia muito melhor, são as prioridades, num ambiente calmo mas com a máxima responsabilidade de cada um.

Boa semana!