quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Solidariedade vs crise


Este é um assunto delicado, onde as mais variadas opiniões se confrontam...
Eu tenho a teoria, baseada em estudos feitos em 2007/2008, que quando a crise aumenta, quando as pessoas sentem mais dificuldades, o espírito de solidariedade e de entreajuda aumenta na comunidade em geral.
No Mensário da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade deste mês, foi publicado um artigo com o título "Portugal no Guiness com a maior doação de roupa do mundo".
Fiquei intrigada... Como é que vivemos tempos tão dificeis, onde as pessoas são obrigadas a cortar, cortar, cortar e conseguem dar roupas ainda boas...
Eu não sou contra a doação, de qualquer tipo. Muito pelo contrário, sou completamente a favor de que tudo o que não queremos ou apenas não usamos poderá ser aproveitado por outros.
Mas a minha intriga não é essa... É sim o facto de conseguirmos dar roupas boas e continuar as queixas de falta de dinheiro, quando vemos os grandes centros comerciais cheios de gente com sacos de compras.
Pode ser uma ideia um pouco radical, mas seria engraçado e desafiante se cada um fizesse um mealheiro e colocasse lá o dinheiro que iria gastar com roupa nova, passando assim a usar a camisola que tem vários anos mas que está em boas condições para ser vestida.
É certo que desta forma os mais carenciados não teriam oportunidade de ter tanta roupa a receber, o que seria mau...
É um pau de dois bicos! Mas não deixa de me intrigar...
Para quem quer saber mais sobre o artigo publicado que muito mérito dá a Portugal, e a meu ver, muito merecido, basta seguir o link:
http://www.solidariedade.pt/sartigo/index.php?x=4809

Boas leituras!

Sem comentários:

Publicar um comentário