sábado, 11 de agosto de 2018

Reserva da Biosfera

Fotografia retirada de 
https://expresso.sapo.pt/sociedade/2016-09-01-Governo-cria-Rede-Nacional-de-Reservas-da-Biosfera#gs.626oGeE, 11/8/18

A fotografia acima é das ilhas das Berlengas, mesmo ao lado de Peniche, zona centro de Portugal.
Para quem não conhece, é uma zona totalmente diferente do restante país, ao alcance dos muitos barcos que saem de Peniche em direção às ilhas, prontos para receber qualquer visitante que se interesse por ótimas vistas, excelentes mergulhos em águas transparentes e ambiente calmo e retemperador.


Imagem retirada de https://www.ipleiria.pt/estm/reserva-da-biosfera-das-berlengas-unesco/, 11/8/18

Como sempre, encontro também aqui uma excelente oportunidade para aprendermos da melhor forma: no local, pondo os pés no objeto de estudo da Geologia e vendo diretamente os efeitos da Geodinâmica.
A Reserva da Biosfera das Berlengas (UNESCO) tem várias características ecológicas que nos fazem repensar a forma como vivemos. É um palco de estratégias peculiares de sobrevivência humana em ambientes menos propícios.
A sua história faz-nos recuar até aos povos Celtas, Fenícios e Romanos com as suas rotas marítimas.
O seu interesse, segundo o Grupo de Trabalho Permanente da Reserva da Biosfera das Berlengas (UNESCO), constituído pela Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (Peniche) – Instituto Politécnico de Leiria, pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e pela Câmara Municipal de Peniche (CMP) (saiba mais aqui), passa pelo valor biológico da área marinha que o envolve, interesse botânico, ambiente para a avifauna marinha presente, a arqueologia subaquática e até à comunidade de pescadores que se mantém ativa.
O turista, com este cardápio num só conjunto de ilhas perto umas das outras, consegue passear de barco entre grutas, banhar-se nas pequenas praias transparentes, fazer mergulho, acampar, fazer percursos pedestres e muito mais que se pode ficar a descobrir no local ou em Peniche.
O melhor presente a dar aos mais pequenos são os passeios e viagens na nossa companhia.

Deixo aqui esta dica para o tempo que falta neste verão.

Bons mergulhos! 

Sem comentários:

Publicar um comentário