domingo, 21 de janeiro de 2018

Perspetiva dos pais


O que leva um pai ou uma mãe a recorrer a um programa de televisão para resolver os seus problemas com os seus filhos?
O programa que agora surgiu na televisão portuguesa refere: "A família X pediu-nos ajuda."
Ora, se pediu ajuda é porque precisa.
Na perspetiva desses pais e mães, o desespero pode ser tanto que já nem sabem o que fazer.
Optam bater, mesmo sabendo que pode ter consequências negativas.
Optam gritar, mesmo sabendo que o que ganham é apenas rouquidão.
Optam castigar, percebendo que as crianças conseguem sobreviver da mesma forma.
Optam ignorar, caindo de imediato em si pois não se ignora durante muito tempo.
Optam fazer as vontades, mas por vezes traz mais malefícios do que benefícios pois são crianças e as noções de certo e errado ainda não estão estabelecidas.
Choram, desesperados.
Optam falar de forma assertiva e dar o exemplo mas o cansaço vence.
Recorrem a familiares e amigos que afinal também não conseguem ajudar referindo até que a criança está perdida, com um problema enorme.
Recorrem a psicólogos e outros profissionais de saúde e educação, que tentam fazer o melhor mas seria sempre a longo prazo e não de resultado imediato. Para além de se pagar por estes serviços, e muito...
Então, chega a Portugal um programa em que nos pagam para levarmos o nosso caso de forma a ser resolvido, em público, mas resolvido.
Assim, sou mãe e faço tudo pelo melhor do meu filho, tudo! Até mesmo o que não devia.... Desde que resulte!
O meu desespero é tanto que não penso sequer em qualquer consequência negativa pois pior que isto é impossível.
Depois do programa no ar....
Perguntem à mãe que se tornou figura pública no domingo passado...



Sem comentários:

Publicar um comentário